fechar menu 

Sessão Fotográfica na Índia – Taj Mahal

Índia, Taj Mahal 13/10/2016

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

O dia no Taj Mahal foi digno de um verdadeiro conto de fadas. Sempre que recordamos aquele dia torna-se difícil manter as emoções no lugar. Sabíamos que ia ser diferente de tudo o que já alguma vez tínhamos feito e de tudo o que ali já foi feito, mas estávamos longe de imaginar a felicidade que aquele momento, que aquela sessão fotográfica nos trouxe.

Em férias pela Índia há alguns dias, acordámos em Agra às 4:30h da manhã para nos vestirmos de noivos novamente e chegarmos ao Taj Mahal o mais cedo possível para podermos entrar com a menor confusão e tirarmos as fotos mais tranquilos.

Logo à chegada provocámos a surpresa na já longa fila que esperava a abertura das portas do grande monumento ao amor. As pessoas dispuseram-se a deixar-nos passar à frente na fila e fomos os primeiros a entrar naquele espaço de beleza inigualável. Estava um dia soalheiro e quente como todos os outros que vivemos na Índia. Ao entrarmos fomos arrebatados pelo que os nossos olhos viam. A mais bela e perfeita obra que alguma vez tínhamos presenciado, digníssimo de estar no leque das Sete Maravilhas do Mundo.

Vermo-nos ali vestidos de noivos foi desde logo extasiante. As nossas bocas calaram-se e foram os nossos olhos o espelho das nossas emoções. De mãos dadas e com o coração a bater descompassadamente fomos progredindo ao longo dos jardins que circunscrevem o monumento e fomos revivendo memórias do nosso dia de casamento, fomos olhando um para o outro a cada flash e criando sonhos.

As pessoas que nesse dia visitavam o monumento estavam tão entusiasmadas como nós. Muitas pediram para tirar fotos, parabenizaram a ideia, deram-nos conselhos maravilhosos para a nossa vida de casados, mas o mais engraçado é que perguntavam de onde éramos e quando respondíamos orgulhosamente de Portugal, a surpresa era ainda maior. Como disse um turista Indiano que estava presente no local: nunca o Taj Mahal foi fotografado assim. Oriente e Ocidente foram ligados naquele dia, naquilo que de mais bonito existe no mundo –  o amor.

Deste dia também nasceram imensas histórias: da escolha da fotógrafa Radhika Pandit (uma das melhores fotógrafas da Índia); da viagem que ela fez de Ahmedabad até Agra e de todos os contactos a partir de Portugal para programar a sessão nesse exato dia sem que nada falhasse; dos 8 voos que apanhámos na nossa viagem e os receios que tivemos de perder a mala onde estava o vestido de noiva; do comboio noturno que programámos para chegar a Agra no dia 12 Outubro a partir de Varanasi e que estava 8 horas atrasado o que nos levou a ter que comprar de urgência dois bilhetes de avião para conseguirmos chegar a tempo da sessão!...

Das inúmeras histórias que nasceram aqui, a que importa mesmo enaltecer é a história de dois jovens apaixonados que acreditam no amor, porque é sem dúvida isso que nos move. Temos imensos sonhos para concretizar juntos e fotografar vestidos de noivos num dos mais belos monumentos que o mundo tem foi um deles. De arrebatador a inesquecível o sonho já realizado passou a sonho novamente e é assim, sonhando, que em muitas noites voltamos a viver aquele dia.

honeymooners, Taj Mahal 10/2016

Publicações relacionadas

0 Comentários

Segue-nos!

Não percas nenhuma aventura dos honeymooners: