fechar menu 

Como Visitar as Maldivas Low-Cost?

 
 

Sabemos bem que não somos os únicos que alguma vez sonharam em viajar às Maldivas. O que torna difícil tornar este sonho realidade é o preço desta viagem. As agências de viagem oferecem pacotes muito caros (talvez devido ao facto de existir muito pouca informação de como tornar a viagem mais barata).

Nós estávamos prestes a escolher Cuba como o nosso destino de junho de 2015 e foi então que, após fazermos um estudo de custos, vimos que o preço a pagar por uma viagem às Maldivas era mais baixo que o preço a pagar para irmos a Cuba!

Como é que isto pode ser possível?

É simples: há muitas formas de viajar às Maldivas. Claro que uma viagem repleta de todos os luxos do mundo será mais cara, mas há muitas formas de baixar o custo desta viagem. Nós viajámos às Maldivas em 2015 para celebrar o nosso noivado e conseguimos fazê-lo de uma forma muito em conta.

Sigam as nossas dicas para tornar esta viagem possível, poupando ao máximo mas sem deixar de aproveitar o melhor que ela tem para oferecer:

 
 

1

A Melhor Época

O que mais vos vai ajudar a baixar o custo da viagem é, sem dúvida, uma escolha estratégica da época para viajar. A época baixa nas Maldivas é precisamente no verão europeu, por isso muitos resorts e companhias aéreas forçosamente têm melhores promoções nesta altura. Atenção que, aqui, “época baixa” não significa “mau tempo”! Quando nós viajámos, apanhámos um dia de chuva, mas o resto dos dias foram mesmo fantásticos repletos de sol, calor e água quentinha.

 
 

2

Companhia Aérea

A partir de Lisboa, as melhores companhias para voar até ao aeroporto Male Ibrahim Nasir International são a Fly Emirates e a Turkish Airlines. Sugerimos que utilizem sites como o Momondo ou Skyscanner para comparar os preços dos bilhetes de avião para as datas que pretendem. No Skyscanner, podemos até fazer o planeamento do ano inteiro e ver em qual mês o preço está mais baixo.

No nosso caso, compramos os bilhetes para as Maldivas logo após o início do ano de 2015. Normalmente conseguem-se boas promoções com as promoções do Ano Novo. Viajámos para Malé a partir de Madrid pela Etihad Airways e o preço foi muito bom a €650 por pessoa. (Mas com paciência e algum tempo este valor até pode baixar; basta ficar atento a alguma promoção!)

 
 

3

Fazer Escalas

Aproveitando o facto de não existirem voos diretos para as Maldivas a partir de Portugal e Espanha, uma opção muito interessante é fazer escala num destino na ida ou no regresso.

Nós aproveitamos uma escala noturna na nossa viagem às Maldivas e fomos dar um curto passeio a Abu Dhabi. A partir de Lisboa é muito fácil fazer escala e passar uns dias em Istambul (pela Turkish Airways) ou no Dubai (pela Emirates).

 
 

4

Alojamento: Guesthouse vs Resort

Ao escolher alojamento nas Maldivas, têm essencialmente duas opções: ficar numa guesthouse ou relaxar num resort. Aqui, a opção mais em conta é a de ficar numa guesthouse, que também começam a estar mais na moda nas Maldivas pelo seu preço mais baixo e excelentes condições.

Para reservar uma guesthouse, basta pesquisar nos sites do costume (Airbnb, Booking, Agoda, Hotels, Trivago) para comparar os vários preços e escolher a opção que encaixa melhor com as vossas preferências. Existem guesthouses nas Maldivas a partir de €50 por noite com praias excelentes, mas nós não podemos deixar de recomendar a The Amazing Noovilu Guesthouse & Food. Uma semana (7 noites) aqui pode ficar por €943 com as três principais refeições, comida, bebidas e equipamento de snorkeling incluídos. Aqui também as excursões são mais baratas e oferecem inúmeras opções.

No entanto, se procuram ter mesmo aquela experiência típica das Maldivas, como nós sempre idealizámos, há muitos resorts nas ilhas que oferecem preços competitivos. É preciso é gastar algum tempo a pesquisar os melhores preços. Ou então visitem o site Purely Maldives onde, no motor de buscar, poderão colocar as vossas datas de viagem para ter acesso a inúmeras propostas!

Em 2015, nós encontrámos o Sun Island Resort & Spa por €1200. Não foi o mais barato que encontrámos, existindo na altura outros resorts com preços ainda mais em conta, mas era exatamente aquilo que procurávamos. Ficámos num beach bungalow (mesmo em frente à praia), com pensão completa e transfers incluídos num avião doméstico.

 
 

Conclusão: poupem quase €1.000!

As agências nacionais oferecem pacotes para resorts como o Sun Island, o Meeru Island e o Holiday Island (estes são os resorts favoritos dos portugueses) a partir dos €3100 por casal (com pensão completa e transfers).

Mas, ao recapitularmos os nossos custos, damos conta de que a nossa viagem ficou por 2500€ (1300 € voos + 1200 € resort). Nós sabemos que é possível viajar por menos de €2300 por casal em resort (basta estar atento a promoções das companhias aéreas) e por menos de €2000 se optarmos por uma guesthouse. Uma diferença considerável que pode ajudar-vos a realizar esta viagem de sonho!

 
 

E vocês, estão a planear a vossa viagem de sonho às Maldivas? Deixem as vossas perguntas nos comentários!

honeymooners, Maldivas 07/2015

Publicações relacionadas

0 Comentários

Subscreve a nossa newsletter

Segue-nos!

Não percas nenhuma aventura dos honeymooners: